Language | Idioma

English Spain

ENTREVISTA: RÉGIS TADEU

 OPINIÃO | s. f.
 (latim opinio, -onis)
 substantivo feminino

1. Modo de ver pessoal. = IDEIA
2. Juízo que se forma de alguém ou de alguma coisa.                                  
3. Adesão pessoal ao que se crê bom ou verdadeiro. = CONVICÇÃO, CRENÇA
4. Manifestação das .ideias individuais a respeito de 
algo ou alguém (ex.: dar a sua opinião). = PARECER, VOTO


    (Dicionário Priberam da Língua Portuguesa)


Durante os últimos meses, fui muito lembrado nas redes sociais, por ter feito críticas sobre bandas como o Guns n’ Roses, Raimundos, Almah, e outros. (Neste Link) Algumas pessoas disseram que eu não tenho capacidade para exercer tal atividade, e muitos outros ‘elogios’. Pensando nisso, resolvi fazer uma entrevista com um dos maiores críticos musicais da atualidade, Régis Tadeu, para que possa esclarecer algumas coisas sobre isto.
Régis Tadeu formou-se em odontologia, mas entrou no jornalismo na década de 90, a convite da revista, Cover Guitar. Hoje, Régis é apresentador de dois programas na rádio, crítico musical, produtor e jurado de programas de TV.
Polêmicas
Ele afirma que um bom crítico não é aquele que cria polêmicas, mas sim oferece bons argumentos para embasar suas opiniões, “as pessoas têm medo de ouvir a opinião de um profissional especializado, e como sempre digo e repito, todo fã é um idiota se não consegue perceber quando seu ídolo pisa na bola em termos artísticos. Infelizmente, adoração por parte de fãs retardados fez com que a música em si tenha se tornado o menos importante”.
“Não é qualquer um que pode exercer tal atividade. É necessário alto grau de conhecimento musical – não necessariamente em teoria musical –, ter boa capacidade de argumentação, entendimento e percepção do contexto histórico e, principalmente, não ter medo de expor as suas opiniões bem embasadas”. Afirma Régis Tadeu
“Desafie o senso comum!”
Além de crítico, Régis é jurado de alguns quadros do Programa Raul Gil, e muitas vezes [a grande maioria] é criticado pelas opiniões tomadas, mas o crítico não se intimida com as vaias do público: “Vivemos em um tempo de 'bundamolismo' tão grande, que qualquer pessoa que desafie o senso comum de mediocridade é automaticamente criticada e vaiada. Acostume-se com isso (risos). Fãs: damos muitas risadas com seus comentários!”
Gerações futuras
Régis Tadeu alerta os pais em relação às futuras gerações: “pais, incutam em seus filhos o gosto pela leitura, caso contrário, eles crescerão tão débeis mentais como a geração de jovens retardados que vemos hoje em dia nas redes sociais. Depois não digam que não avisei”.
#VamosMusicalizar


Anterior
Próximo »
0 Comentar